Paris, o centro de tudo na França



Imagine-se andando ao longo do Rio Sena, aproveitando a visão pacífica das barcaças flutuando ao longo ... Então, olhe para o outro lado e veja os carros e pedestres passando ... Bem-vindo a Paris, uma cidade de contrastes, o centro da vida comercial do país.

Paris começou a crescer como uma colônia há mais de 2000 anos. Sua localização, em no Rio Sena, ajudou a cidade a se desenvolver enormemente como um centro comercial ao longo dos séculos. Ela foi também a residência favorita para a maior parte dos líderes do país. Hoje em dia, Paris é capital da França. É, portanto, o centro de poder político e da vida de negócios. Muitos cientistas, economistas, artistas e seus aprendizes estudaram ou viveram aqui. Ser o jardim de infância de muitas personalidades ricas e famosas tornou Paris uma cidade prestigiada para viver, trabalhar e possivelmente buscar poder e fortuna.

Pessoas de todos os tipos populam essa capital; belos imóveis residenciais contrastam com arranha-céus e subúrbios. Os mais ricos podem pagar por terras e mansões. Há muitos Châteaus a se encontrar em e em volta da cidade. Outros, menos afortunados, habitantes do outro extremo da escala, não têm outro opção que não viver em apartamentos de um quarto em prédios acinzentados abandonados. Algumas áreas testemunham altas concentrações de minorias étnicas e se tornaram verdadeiros guetos. Ainda que há um verdadeiro senso de pertencer a Paris, pessoas de diferentes classes raramente se misturam apesar da frequentemente citada "Liberté, égalité, fraternité".

Vida em Paris é muito centrada em torno de trabalho e casa. Ao trabalhar em Paris, ir para o trabalho e voltar para casa pode ser uma longa jornada. Os serviços são algumas vezes muito exigentes e as pessoas não passam muito tempo em casa além de quando estão dormindo. Como resultado, alguns subúrbios são chamados de "dormitórios". Parisienses que podem pagar têm um pequeno lugar na cidade para ficar durante a semana e uma casa confortável para no interior para os finais de semana. A maior parte dos trabalhadores de Paris tendem a ser trabalhadores de escritório e prestadores de serviço, uma vez que grandes companhias têm suas centrais lá. Entretanto, ainda há indústrias tradicionais presentes lá e uma parte significante da população tem um serviço ligado à manufatura. Além disso, Paris também atrai aspirantes a artistas e músicos. Afinal, alguns alguns ainda diriam que é a grandiosa casa para empreendimentos artísticos.

Paris é uma cidade diversa de todas as maneiras imagináveis. Quer se trate de população, cultura, negócios, habitação, paisagem, há muitas coisas para descobrir e aprender.